Conheça as músicas do CD Terceiro Milênio

01. PREPARAÇÃO -111

Um facho de luz maravilhosa
Vem radiosa, neste momento
Sobre nós
E a entidade que se faz
Esplendorosa, canta um hino
Em suave e doce voz.

Sua presença faz o nosso
Ambiente, muito contente, com
Muita paz, muito calor…
Vem nos trazer do Evangelho,
Uma semente como presente
Do nosso Mestre Salvador

Nossa querida irmã Ritier
Se apresenta e nos cumprimenta
Entre perfumes divinais, e traz
Nos braços um buquê com lindas
Flores, que curam dores com
Seus fluídos medicinais

Qual um beija-flor,
Sorrindo se aproxima
E nos sublima
Nos chamando de irmãos…
Com sua voz suave e calma, nos
Reanima, colocando uma rosa
Em nossas mãos

E de joelhos, ela dirige
Os seus clamores ao mestre
Amado e ao divino criador…
Sua luz aumenta de intensidade
E de cores sua alma
É só ternura, é só amor

Agora vamos nosso trabalho
Continuar, com muita fé,
Com muita paz e devoção
Ao Pai celeste, nos incentiva
A orar aquela meiga
E majestosa oração…

Música inspirada a Roberto Ferreira, em 13.08.89
02. MÉDICO DE HOMENS E DE ALMAS – 139

Desde tenra idade, ele era em
Verdade, um menino feliz
Pois tinha aceitado o nosso
Mestre amado com tal devoção
Mesmo sem ter visto o Iluminado
Cristo foi pra ele um misto de
Felicidade, pois a caridade fluía
De dentro do seu coração

Saía a procura de necessitados
Para ajudar… foi curar as febres
Em todos os casebres que pôde encontrar
E em cada leito, orava satisfeito
Por aquele irmão… com rogos
Tão profundos, pobres
Moribundos tinha salvação

E por onde andava, o povo
Aclamava chamando-o de santo
Pois em cada canto em que se
Encontrava, falava de Jesus..
Enxugava o pranto com seu meigo
Encanto, lendo o evangelho e
Quanto mais velho, mais
Resplandecia sua divina luz

E hoje, em qualquer templo, seu
Sublime exemplo é lição pro
Porvir, pois a sua presença faz
Qualquer doença deixar de existir
Um anjo tão terreno de olhar
Sereno e aura sideral que chegou
Do espaço vindo do regaço do Pai celestial

O éter que exala quando está na
Sala em sessão de cura… é algo
Tão divino, é o plasma cristalino
De uma alma tão pura… é um
Permanente açude vertendo
Saúde com palavras calmas
É Lucas, é Lucano,
O “médico de homens e de almas”
É Lucas, é Lucano, médico de
Homens… médico de almas…

Música inspirada a Roberto Ferreira, em 17.08.90
03. EVANGELHO DE LUZ– 03

Eu tenho um amigo sincero
Que eu tanto venero,
Com quem tanto me dou

É meu professor, meu parceiro,
Meu bom companheiro
E muito me ajudou

Me ensina a ser caridoso,
A não ser orgulhoso
E a orar sempre a Deus
E quando eu tenho um dilema
Eu resolvo o problema
Com os conselhos seus

Evangelho de luz
Evangelho perdão
Evangelho Jesus
És minha salvação

E quando a angústia revolta
E não acho a porta
Não vejo a solução
É ele, amigo adorado
Que está sempre ao meu lado
E me traz a consolação

Se choro ou preciso socorro
A ele recorro e por feliz me dou
Ele é o evangelho novo
É a mensagem que ao povo
O Cristo deixou

Evangelho de luz,
Evangelho perdão
Evangelho Jesus
És minha salvação

Música e letra inspiradas a Roberto Ferreira, em 18.11.84
04. RECOMEÇAR – 76

Ahhh… o homem se embrutece
Mas deve se elevar em prece
E vibrar por irmãos seus
Ahhh… só assim é que se cresce
Mas o homem se esquece
E se afasta de Deus

Ahhh. São tantos os caminhos,
Que emanam de seus ninhos
E ninguém sabe onde vai
Ahhh… só o amor é o caminho
De perdão e de carinho
Que nos levará ao Pai

Ahhh… vamos recomeçar…
Aprender a perdoar…
Semear o amor…
Ahhh… vamos recomeçar
A construir nosso lar
Junto ao Criador

Ahhh… cada gesto de amor,
Ameniza a grande dor
De um irmão que está sofrendo
Ahhh… às vezes um sorriso
É tudo que é preciso
Pra que alguém siga vivendo

Ahhh… vamos recomeçar
Aprender a perdoar…
Semear o amor…
Ahhh… vamos recomeçar
A construir nosso lar
Junto ao Criador

Melodia inspirada a Roberto Ferreira
e letra inspirada a Abel Bertolino

05 – Almas Gêmeas

Alma gêmea de minh’alma
Flor de luz da minha vida…
Sublime estrela caída
Das belezas da amplidão (estribilho)

Quando eu vagava no mundo,
Triste, só, no meu caminho,
Chegaste devagarinho
E me encheste o coração

Alma gêmea (cante o estribilho)

Vinha nas bençãos dos deuses,
Na divina claridade,
Tecer-me a felicidade
Em sorrisos de esplendor

Alma gêmea (cante o estribilho)

És meu tesouro infinito,
Juro-te eterna aliança,
Porque sou tua esperança
Como és todo o meu amor

Alma gêmea de minh’alma
Se eu te perder algum dia
Terei escura agonia
Da saudade dos teus véus

Se um dia me abandonares,
Luz eterna de meus amores,
Hei de buscar-te entre flores
Na claridade dos céus

Alma gêmea (cante o estribilho)

Letra: Poesia do Senador Públio Lentulus, na época de Cristo.
Hoje esse senador é Emmanuel, o protetor de Chico Xavier, que psicografou a letra, no livro “Há dois mil anos”.
Melodia inspirada a Roberto Ferreira, em 29/12/1984.

06. Não reproves – 93

Um companheiro de lado,
Triste, agressivo,
Irritado, causando preocupação
É sempre alguém
Que procura consolo
À própria amargura,
Pedindo compreensão

Se te mostra voz de briga,
Dá-lhe em troca a frase
Amiga, nada te possa alterar…
Ou simplesmente, irradia
Uma oração de alegria
Que lhe atenue o pesar.

Fitando qualquer pessoa
Que te injuria, perdoa
E auxilia mais e mais
Na multidão, no barulho,
Muitas máscaras de orgulho
São dores descomunais.

Ante os irmãos em revolta,
Sabes que estás sob a escolta
Dos mensageiros do bem…
A dor no tempo, varia…
Cada qual tem o seu dia
Nunca reproves ninguém

Soneto do espírito “Maria Dolores”, psicografado por Chico Xavier. Melodia inspirada a Roberto Ferreira, em 17.04.89

07. JUNTE-SE A NÓS – 114

Venha e junte-se a nós
Para reaprender a sorrir
Queremos ouvir sua voz
Vibrando e cantando
Um novo porvir
Esqueça a fatalidade
Construa uma vida melhor
Num mundo onde a felicidade
Nos traga a verdade
Do mestre maior

A música é energia
É a linguagem universal
Por ela, a nossa sintonia
Chega com alegria
Ao Pai celestial

Inicie, melhorando um pouquinho
Junto à família, tente mudar…
Tolerância, perdão e carinho,
Formam um novo caminho…
É só começar

Comece cantando em hosana…
Pratique o evangelho no lar,
Ao menos uma vez por semana,
Na mesma hora, no mesmo lugar

E junte-se ao meigo pastor
Com toda a família, em oração
E ao encerrarem o
Encontro de amor,
Ofereçam-lhe uma
Sublime canção.

Música e letra inspiradas a Roberto Ferreira, em 16.10.89

08. SÚPLICA – 026

Te peço, Pai…
Não deixe esta guerra estourar
Eles não sabem o que fazem…
Vão sofrer, vão se matar…

Não importa o tempo
Que terás que esperar
Deste toda a eternidade
Pro homem melhorar

E estas almas
De meninos e meninas
Serão estrelas cristalinas
Que no céu irão brilhar

Toda esta dor
Que hoje sentes em teu peito
Um dia, terá jeito
E terás felicidade

Aprenderemos
Que a paz e caridade
Sob a luz do teu amor
É a salvação da humanidade

Música e letra inspiradas a Écio Buck, em 08.05.86

09. NAS MORADAS D SENHOR – 044

Noite passada tive um sonho tão
Bonito… sonhei que encontrava
Com Jesus no infinito e ele levou-me
A conhecer uma parte do
Universo que, com arte,
O Pai celeste construiu

E ele mostrou-me os astros do
Firmamento, um mundo de
Encantamentos, além da imaginação

Maravilhoso o sonho da noite
Passada, minha alma elevada
Ao altar do Criador… senti-me
Forte, vi que não existe a morte
Pois a vida continua nas
Moradas do Senhor

Eu vi planetas, mundos tão
Evoluídos, onde as pessoas
Levitavam alguns centímetros do chão
Também mostrou-me mundos
Piores que a Terra, povos que vivem
Da guerra, sem nenhuma evolução

Por um segundo, lembrei nossa
Humanidade, ainda cheia de vaidade
Engatinhando em sua fé

Maravilhoso o sonho da noite
Passada, minha alma elevada
Ao altar do Criador… senti-me
Forte, vi que não existe a morte
Pois a vida continua nas
Moradas do Senhor

Em dado instante, Jesus dirigiu-se
A mim, vi-me tenso, palpitante
E calmamente disse assim:
“Agora vá, meu filho e diga
Àquela gente pra seguir
Intensamente os ensinamentos meus

Porque um dia, na infinita
Eternidade, haverá fraternidade
Entre os filhos de Deus”

Maravilhoso o sonho da noite
Passada, minha alma elevada
Ao altar do Criador… senti-me
Forte, vi que não existe a morte
Pois a vida continua nas
Moradas do Senhor

Música e letra inspiradas a Roberto Ferreira, em 24.09.87

10. AOS GOVERNANTES DAS NAÇÕES – 040

Que Deus ilumine os governantes
De todas as nações deste
Planeta, que eles possam receber
Em sutil inspiração a palavra do
Senhor como sonho ou intuição

Que consigam entender cada um,
Sua missão e que ouçam este
Alerta, esta canção.

O ódio entre os homens
Predomina… o medo está em cada coração

Já esqueceram da pomba como
“Símbolo da paz”
Cada país é uma “bomba”
E o “botão” é o seu primaz

Cada homem é um “gatilho”
E no destino de uma nação,
A ambição é o “rastilho da destruição”

E você que é dirigente de uma
Pátria e crê na caridade e no
Perdão, ouça a sua consciência,
Diga não à violência… o futuro
Do povo está todo em suas mãos

Entre para esta “corrente”
Esqueça credo, raça ou cor
A humanidade está carente
De muito amor

Música e letra inspiradas a Roberto Ferreira, em 01.09.87
11. SE VOCÊ ACREDITAR – 146

Se você acreditar que é feliz
Se você acreditar que existe o amor,
Se você crer no que o Evangelho diz,
Então nenhuma dor
Magoará seu coração

Se o otimismo fluir em cada
Gesto seu
Se o altruísmo se tornar uma
Realidade, ajude o próximo
Sem querer saber se é
Crente ou ateu
Leve o seu sorriso,
Traga o paraíso
A toda a humanidade

Se elevar o seu pensamento
Ao Pai criador,
Verá que a luz do Mestre Jesus
Lhe acompanhará
E com a oração
Cada boa ação, se fará amor,
Seja onde for, e a felicidade
Em realidade se tornará

Se você acreditar que é feliz
Se você acreditar que existe o amor,
Se você crer no que o Evangelho diz,
Então nenhuma dor
Magoará seu coração

Música e letra inspiradas a Roberto Ferreira, em 22.09.90
12. TERCEIRO MILÊNIO– 08

Deixe de lado o orgulho
Mude o seu jeito de ser,
Não seja como o pedregulho
Que na correnteza vai se dissolver

Se deseja servir a Deus, agora,
Então ora por seu inimigo,
Afinal, é chegada a hora
Da separação do joio e do trigo

Vem comigo, vem… me dê sua mão
Vê se muda logo esse seu gênio
Arrependa-se e peça perdão
Está chegando o terceiro milênio
Está chegando o terceiro milênio

Ame os seus semelhantes,
Esqueça de vez a vingança,
Lembre a meiguice de antes,
No seu tempo de criança

No ano dois mil, este mundo
Será mais chegado à verdade,
O amor será puro e profundo,
Escolhida será a humanidade
Vem comigo, vem…

Dê aos seus filhos, o abrigo,
Trate-os com sabedoria
Faça do seu inimigo
Mais amigo a cada dia

Seja pro necessitado
O pão, o remédio, o agasalho,
Ajuda ao enfermo enjeitado,
Enobrece mais o seu trabalho
Vem comigo, vem..

Música e letra inspiradas a Roberto Ferreira, em 03.12.84
13. RECEITA DA FELICIDADE – 203

Queridos telespectadores
Hoje vamos dar uma nova receita
Não é tão nova
Pois tem quase dois mil anos
Que ele semeou e espera a colheita

Ela ensina a humanidade a ser feliz
E tem ingredientes fáceis de achar
Quem conseguiu,
Deixou de ser aprendiz
E em “mestre cuca”
Acabou por se formar

Uma pitada de compreensão
Uma colher de sopa cheia
De carinho
Um punhado de tolerância e perdão
E de fraternidade com seu vizinho

Misture tudo com amor
E com candura
Depois aqueça ao calor do coração
Sirva em pedaços…
Não esqueça a cobertura
Com essência de ternura
Humildade e gratidão

Uma pitada de compreensão
Uma colher de sopa cheia
De carinho
Um punhado de tolerância e perdão
E de fraternidade com seu vizinho

Música inspirada a Roberto Ferreira, em 21.10.92
14. OLHOS DA ALMA – 194

Com que alegria
Abro a janela
E vejo um novo dia
Se desenhando nela
Ou é sol brilhante
Que ilumina a serra
Ou a chuva fértil
Que fecunda a terra

Vejo as ondas lindas
Do mar deslumbrante
Que na areia cintilante
Da praia, vem arrebentar
Vejo lindas flores
De cores cambiantes…
Pássaros radiantes
Em coro, a cantar

O lago exuberante
De águas cristalinas
E o rio crepitante
Descendo das colinas
Nuvens carregadas
Do tônus hidratante
Que a floresta verdejante
Está ansiosa, a esperar

Ahhh… que linda vista
Da minha janela
Que cena tão bela
Que imagem tão calma
A mãe natureza
Nas cores da aquarela
Vem à minha janela
Que são os olhos da alma

Música inspirada a Roberto Ferreira, em 12.01.92
15. SEMENTE DA FRATERNIDADE – 206

Quando um sentimento de
Felicidade em fazer caridade,
Em levar um pão…
Quando um desejo
Grande de verdade
Lhe trouxer vontade
De ajudar um irmão

Quando a alegria
Em atender um leito
Lhe encher o peito
De satisfação
É que a semente
Da fraternidade
Já chegou ao fundo
Do seu coração

Quando o orgulho, a inveja
E a maldade cederem lugar
Para o perdão
Quando a cobiça, o ódio,
A vaidade partirem de vez,
Levando a ingratidão

Quando não houver mais
Adversidade
Desigualdade e descriminação
É que a semente
Da fraternidade
Já chegou ao fundo
Do seu coração

E a humanidade
Então será feliz
E se amará
Como uma só nação
É que a semente
Da fraternidade
Já chegou ao fundo
Do seu coração

Música inspirada a Roberto Ferreira, em 17.05.92
16. LIÇÃO PARA A HUMANIDADE – 207

Ahhh… aquele povo reunido ao
Seu redor… absorvendo
Sublimes ensinamentos…
Seu evangelho aplacando a dor
Maior… quanto consolo em meio
A tanto sofrimentos
Ahhh… quanta saúde e quanta
Felicidade vinham das mãos
Daquele mestre tão bonito
Quanta certeza da vida na
Eternidade, quanta verdade
Vinda do Pai infinito

Ele traçara por sua própria
Vontade, através do sacrifício e
Da dor, uma jornada pra nos
Levar da iniqüidade
Ensinando a caridade e o amor

E aquele dia ficou pra sempre
Gravado no éter cósmico
Pra toda eternidade
Pois mesmo tendo sido ele
Crucificado, rogava ao Pai
Que perdoasse a humanidade

Ahhh… quanto amor
Ele doou naquele dia
Quanto perdão
Daquele coração fluía
Vibrando paz, candura e simplicidade

Ahhh… quanta ternura
Tinha ele em seu semblante
Com sua luz divina
E tão radiante
Se transformando
Em lição pra humanidade

Música inspirada a Roberto Ferreira, em 17.05.92